Você sabe como tocar xote no violão?

Aprenda e conheça mais sobre esse estilo

Ritmo de Xote no violão

Quando você pensa no ritmo de xote, a ideia mais comum é associar ao forró e a ritmos nordestinos. Realmente essa forma de xote é o mais conhecido e popularizado, mas também existem em outras regiões do país. Na verdade, esse ritmo tem origem lá na Escócia, tanto é que o nome vem da palavra alemã “schottisch” que significa escocês. Era uma dança da elite na época de Dom Pedro II no Brasil, mas quando os escravos aprenderam alguns passos e acrescentaram seu jeito próprio de se mexer foi se formando o estilo do “xotis” ou “xote”. Hoje em dia o estilo pode ser encontrado em vários cantos do Brasil, do xote gaúcho no sul aos forrós no nordeste. Entre eles podemos citar:
 
-Xote-carreirinho (Paraná e Rio Grande do Sul)

-Xote-duas-damas (Rio Grande do Sul)

-Xote-bragantino (Pará)
 

Músicas no ritmo de xote

 

 

Levada no violão

 
Depois de apresentarmos o estilo vamos ensinar como tocá-lo no violão. Como falamos lá em cima, o xote possui variantes em todo o país, mas dessa vez vamos ensinar apenas levadas do xote nordestino.

 

1ª levada
 
Na primeira levada você vai usar o polegar e os dedos para baixo, dessa forma:

 
O último polegar deve ser levemente acentuado. É um movimento para cada tempo do compasso (se você estiver contando em 4/4).
 
2ª levada
 
Na segunda levada vocês vão utilizar o polegar, médio e anelar juntos e o indicador, nessa ordem:
 

 
Ainda contando o tempo em 4/4, o que irá acontecer ai é que o segundo tempo você dividirá entre médio/anelar e indicador. Para compreender um pouco melhor veja o exemplo no vídeo que o professor Giovanni Matarazzo preparou:
 

 

AGENDE AQUI SUA AULA EXPERIMENTAL GRATUITA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *